Artigo com proposta de modelo de organização e estruturação do treinamento na pré – temporada em equipes de futebol profissionais brasileiras

28/08/2012 by: Renê Drezner

A realidade do calendário do futebol mundial nos dias de hoje dificulta o planejamento do treinamento durante a temporada. Hoje a maioria dos principais clubes do Brasil e Europa tem em quase toda temporada dois jogos por semana. Isto proporciona um desgaste muito grande aos atletas prejudicando o período de preparação semanal.

Assim o período de pré-temporada fica sendo essencial para uma boa preparação física e técnica-tática dos jogadores e das equipes. Geralmente o período de preparação dura entre 3 e 8 semanas (no Brasil é mais curto) e nesse curto período de tempo tem que ser trabalhado todos os aspectos inerentes ao desempenho. Isso dificulta muito o planejamento e aplicação dos treinamentos pois são muitos os conteúdos físicos, técnico-táticos e de organização da equipe. Hoje existem diversas propostas e metodologias de preparação, más não existe um consenso de qual é a maneira ideal de trabalho.

Pensando neste problema, TIAGO VOLPI BRAZ (Departamento de Educação Física da Faculdade de Americana, Poços de Caldas/ MG), LEANDRO MATEUS PAGOTO SPIGOLON (Fisiologista do Desportivo Brasil) e JOÃO PAULO BORIN (Departamento de Ciências do Esporte da Universidade Estadual de Campinas) realizaram um estudo com o objetivo de caracterizar os meios e métodos de treinamento propostos na literatura e utilizados na prática na preparação das equipes nos aspectos físicos, técnico-táticos e organização das equipes. Para propor um modelo de organização e estruturação do treinamento para as equipes no período da pré-temporada.

Este artigo da Revista Brasileira de Ciências do Esporte de 2012 está disponível na página biblioteca do nosso site.

Espero que aproveitem o artigo.

 

Comente!