Artigo sobre metodologia de treinamento técnico – tático no futebol: exemplo treinamento de goleiro

14/12/2010 by: Renê Drezner

O futebol é um esporte que exige dos atletas diferentes capacidades para a realização das ações durante o jogo. A todo momento é necessário perceber o ambiente, selecionar a melhor resposta e executar a ação. Esta complexidade do jogo (cognitiva/efetora) tem que ser respeitada no processo de treinamento técnico – tático.

Na literatura são apresentados dois tipos de exercícos para o aprimoramnto da capacidade de jogo. Os exercícios analíticos (que são preferencialmente executados sem oposição privilegiando a execução do gesto técnico) e os exercícios integrados (mini-jogos ou exercícios que simulam uma situação do jogo que priorizam a complexidade do jogo (aspectos cognitivos) e dificultam a repetição das ações e o direcionamento para o aprimoramento de um gesto técnico isolado).

Sempre houve muita discussão sobre os exercícios de treinamento, más quase não são discutidos os aspectos que podem influenciar  o nível de complexidade dos exercícios.

Pilar Sainz de Baranda Andujar, Enrique Ortega Toro e José Antonio Martínez García da Universidade Católica de San Antonio de Murcia (Espanha) escreveram um artigo apresentando várias formas de alterar o nível de dificuldade dos exercícios (número de participantes, grau de oposição, controle do espaço de jogo, relação número de bolas/jogadores) privilegiando os conteúdos do treinamento. Eles usaram como exemplo o treinamento de goleiros.

Este artigo (em espanhol) do site efdeportes.com de 2003 está disponível na sessão biblioteca do nosso site.

Espero que aproveitem o artigo.

Comente!

*