Vídeo sobre teste de resistência aeróbia específico para o futebol (Yoyo test)

01/07/2010 by: Renê Drezner

O desempenho no jogo de futebol é bastante influenciado pelo metabolismo aeróbio. Diversos estudos encontraram uma forte correlação do volume máximo do oxigênio com a distância percorrida durante o jogo. Atletas com melhor preparo aeróbio conseguem uma recuperação mais rápida dos esforços de alta intensidade, possibilitando realizar uma atividade mais intensa no decorrer da partida.

Existem vários testes para avaliar a resistência aeróbia, tanto de laboratório como testes de campo. Geralmente os testes de laboratório utilizam testes progressivos em esteiras e bicicletas ergométricas e os testes de campo se utilizam do corridas contínuas (como o teste de Cooper – 12 minutos). Apesar de serem muito utilizados estes protocolos não reproduzem o padrão de atividade realizado durante o jogo nos esportes coletivos, como o futebol, que diminui bastante a especificidade no teste.

Para resolver este problema alguns pesquisadores começaram a desenvolver testes mais específicos com o padrão de atividade realizado no jogo. E o formato que encontraram para a execução do teste foi o de ida e volta (yoyo). Neste tipo de protocolo além de correr os atletas têm que realizar o movimento de mudança de direção. Foram desenvolvidos vários testes neste formato, como o Leger, Soccer test, Beat test e o Yoyo test. Más o protocolo do Yoyo test é o mais utilizado no futebol mundial. 

O Yoyo test foi desenvolvido por um famoso fisiologista dinamarquês Jens Bangsbo. Ele criou três tipos de protocolo, com dois níveis de dificuldade em cada tipo. Todos os protocolos são realizados em uma distância de 20 metros. Os atletas executam um esforço de intensidade progressiva e o resultado do teste é a distância total percorrida. A intensidade é controlada através de um som emitido por uma fita cassete. A diferença entre os protocolos é tempo para recuperação e o aumento da velocidade.

No teste contínuo não tem recuperação entre as corridas, porém a velocidade de corrida é mais baixa. No teste intermitente é realizado um intervalo de 5 segundos entre cada ida e volta (40 metros), porém o teste é realizado com uma velocidade maior. Já no teste “recovery” (como do vídeo acima) a recuperação entres os tiros é de 10 segundos e a velocidade de corrida é bem alta.

O vídeo acima mostra a realização do teste “recovery” nível 2.

E o vídeo abaixo mostra uma parte do teste contínuo.

Espero que gostem dos vídeos.

Comente!